Portugays

"HOMOSSEXUALISMO E CONSCIÊNCIA"

Monday, January 24, 2005

Portas largas, vistas curtas




Como o texto de Ana Sá Lopes, fac-similado acima, tão bem o demonstra, o preconceito, a homofobia, chega-nos de todos os quadrantes polí­ticos, desrespeitando indiscriminadamente a orientação sexual dos candidatos à esquerda e à direita: tanto se enxovalha José Sócrates, num dia, como Paulo Portas, no dia seguinte. Não há vergonha! Não há direito!

Sunday, January 23, 2005

O Crime





Ate onde é que vai o preconceito da direita portuguesa? Santo Deus!

Qual é o problema?

Mas já se sabia o que é que a chegada de um gay ao poder poderia gerar: um tsunami de maldades e rancores.

Avante camarada José Sócrates!

Friday, January 21, 2005

O Diabo



Lamento a indefinição que resulta da falta de pronunciamento do lí­der do PS.

Acredito que fará como Zapatero, ao legalizar a união dos gays em Espanha.

Ao contrário de homófobos como Salazar, moralistas como Ramalho Eanes ou mulherengos como Santana Lopes, José Sócrates olhará para a nossa causa com respeito e consideração. Até por motivos de ordem pessoal que todos conhecemos e que não vale a pena comentar aqui.

O triunfo de José Sócrates nas próximas eleições legislativas será uma vitória í­ntima, muito ansiada e histórica dos gays, lésbicas, transsexuais e de todos os trabalhadores do amor do nosso paí­s.

Wednesday, January 19, 2005

VISITA DE SÓCRATES É VITÓRIA DA CAUSA GAY.

A visita do líder socialista José Sócrates ao primeiro-ministro espanhol, José Luiz Zapatero, é um importante marco para a causa dos homossexuais portugueses.

Apesar do breve encontro, de menos de 30 minutos, obtivemos informações seguras de que Sócrates e o seu camarada espanhol falaram sobre a legalização da união homossexual em Portugal.

Chega de Preconceitos! Viva o PS! Viva a nossa causa!

Associação Gay do Porto


Monday, January 17, 2005

Gays portugueses mobilizados pelos seus direitos



Sunday, January 16, 2005

¡Todos a la Moncloa!

Saludo, en nombre de todos los gais de España, la Impactante visita del futur Primer Ministro socialista de Portugal José Sócrates a nuestro país. Creo que muy pronto, la unión homosexual séa una realidad en su país, como ya lo es en España por las manos de Zapatero.

Es importante la presencia de los militantes de la causa gai en la Moncloa, a las 5 de la tarde en apoio a Sócrates y Zapatero.

Associación Iberica Gai

Saturday, January 15, 2005

Casamentos "gay" - Uma nova fronteira para Portugal.




"A sociedade portuguesa ainda não está preparada para este tipo de ruptura" - É assim que o Diá¡rio de Notí­cias apresenta o tema da união homossexual. Na reportagem publicada no jornal de hoje (sábado, 15 de janeiro), o assunto é tratado de forma exagerada quando se fala do impacto social, mas é abordado com grande timidez no que diz respeito às soluções que os partidos políticos pretendem dar à questão.

Para resolver o problema, bastava apenas uma pequena alteração na lei, como noticia o próprio Diário de Noticias:
"Se o teor do artigo 1577 fosse alterado, levando, por exemplo, à revogação da norma que considera "o casamento contraí­do por duas pessoas do mesmo sexo" como algo juridicamente inexistente, Portugal poderia juntar-se à Espanha, à Bélgica e à Holanda na legalização dos matrimónios entre homossexuais ou lésbicas".

Esperamos que o nosso lí­der José Sócrates não se deixe pressionar por estas opiniões retrógradas divulgadas pela Comunicação Social. E que ele, assim como nós, não tenha medo de erguer a bandeira da união homossexual.

Numa acção conjunta com diversos outros blogues de Portugal, o "potugays" propõe uma grande mobilização pela causa homossexual. Encaminhem as vossas opiniões, sugestões e mensagens de apoio para que esta importante causa não passe despercebida do nosso futuro Primeiro-Ministro.

visite o link abaixo e deixe a sua mensagem:
http://www.novasfronteiras.pt/index.php?headline=34&visual=1


Wednesday, January 12, 2005

Católicos ortodoxos afirmam que o homossexualismo prejudica a "Saúde da Sociedade".


Julio Severo, autor do livro O Movimento Homossexual, defende a famí­lia como grupo essencial para a sobrevivência da espécie humana. E critica o homossexualismo utilizando exemplos como Adolf Hitler, para justificar a sua teoria. Segue-se um excerto do artigo publicado no site chamada.com.br:


" ... Assim como um corpo humano é vulnerável a um câncer, a sociedade também é vulnerável a males e tendências que podem colocar em sêrio risco suas próprias bases. Por isso, cabe a todo cidadão participar na preservação dos valores fundamentais para a existência da sociedade. Exemplos notáveis de ações polí­ticas positivas são o uso obrigatório do cinto de segurança e o desestí­mulo ao uso do cigarro. Tal é o caso do homossexualismo e outros comportamentos sexuais distantes do padrão da sexualidade natural. Além de não contribuí­rem para a promoção da saúde social, essas condutas são grandes causadores de despesas no sistema de saúde pública.
Grandes tragédias sociais já¡ ocorreram, de um modo ou de outro, devido a fatores homossexuais. Sodoma e Gomorra são exemplos clássicos. Modernamente, a Alemanha nazista sofreu imensa devastação nacional, por causa de um homem louco chamado Adolf Hitler. Hoje sabe-se, como fato histórico devidamente comprovado, que Hitler e grande parte da cúpula nazista escondiam convenientemente sua homossexualidade... "


Friday, January 07, 2005

Apenas uma questão de desenvolvimento

Um modelo alternativo de sociedade nasce da relação entre o tratamento da homossexualidade e o nível de desenvolvimento cultural dos países. A Dinamarca, a Suécia e a Noruega possuem leis que estabelecem para as uniões de facto entre pessoas do mesmo sexo direitos iguais aos das pessoas casadas, com a excepção do direito à adopção. A Constituição da África do Sul, de 1996, foi a primeira a proibir expressamente a discriminação em função da opção sexual. A França, a Austrália e alguns Estados americanos, além da descriminalização, proíbem medidas discriminatórias, embora sem adoptar medidas positivas. Já nos países islâmicos, o homossexualismo é considerado crime, podendo ser punido com a pena de morte.

Wednesday, January 05, 2005

Preconceito Brasileiro




A comunicação social brasileira traça o perfil dos candidatos a Primeiro Ministro nas legislativas 2005. É notorio o preconceito machista para com os homossexuais. Diz o texto: "As eleições de 20 de fevereiro em Portugal trazem um quadro para lá de curioso. O candidato do PSD (centro-direita) é Pedro Santana Lopes, atual primeiro-ministro boêmio declarado, três casamentos desfeitos, 5 filhos, jovem, extrovertido e elegante, é um orador brilhante, apoiado pela classe artística e odiada pelo banqueiros. Seu imposto de renda é surpreendente: só dívidas e nenhum bem imóvel ou carro para declarar. Já o líder do Partido Socialista e José Sócrates, também jovem e separado, já faz mais o tipo introspectivo e desconfiado. Rico, mora num dos bons edifícios de Lisboa, tem uma Mercedes último tipo e mantém uma amizade íntima prá lá de estável e coloridíssima com o jovem e belo ator Diogo Infante, um ídolo da TV local."